Ralph Ellison Luís, Guardião do Jardim dos Buxos

Ralph Ellison Luís, Guardião do Jardim dos Buxos

quinta-feira, 27 de agosto de 2009


Bom Dia, Ema.-.


Hoje vou falar-te de outra história verdadeira.


Era uma vez uma abelha que vivia sozinha e queria muito ter bebés. Não sei a razão pela qual, um dia, ela resolveu construir uma casa perto da minha. Nem nunca soube o seu nome. Por isso passei a chamá-la Amiga Brigitte. Penso que ela gostou porque todos os dias vinha falar com as flores do meu terraço e voava à minha volta muito contente. Um dia, tinha eu um lenço ao redor do pescoço, a abelhinha poisou na ponta do lenço e ficou aí muito quietinha.Mas o mais curioso foi quando levantou voo em direcção a uma rosa-da-china. Muito de mansinho fui espreitar e vi por baixo dum ramo uma casinha espantosa, parecia um pequeno ovo com várias aberturas. Em cada uma delas estava um bebé parecido com ela. E como ela cuidava tão bem dos seus lindos meninos. Era uma verdadeira azáfama a levar-lhes mel, a embalá-los com canções de pólen e vento, a aconchegá-los com papel de seda de várias cores.

Os meninos cresceram e foram para a escola aprender todos os segredos das abelhas. E assim, ficaram a saber que a casinha, onde viviam, se chamava colmeia. E na escola fizeram tantos amigos, conheceram libelinhas, joaninhas, borboletas e beija-flores.


E foram felizes para sempre? Tenho a certeza que sim.


Um beijinho e ri-te muito

Isabel